O que o Direito de Tecnologia da Informação Goiânia diz sobre a queda do WhatsApp

Direito de Tecnologia da Informação em Goiânia tem sido amplamente debatido após a segunda queda do WhatsApp

Um juiz do Estado de de Sergipe acatou o pedido de bloqueio como forma de punição por não fornecer informações acerca de negociações para o tráfico através do aplicativo. Mas o que o Direito de Tecnologia da Informação fala sobre esse assunto? 

Em primeira instância, deve-se entender que as áreas do Direito que abrangem as novas tecnologias ainda estão em fase de conhecimento e adaptação das normas pré-existentes, considerando que a evolução humana e de ferramentas se dá de forma muito mais rápida e dinâmica que o Direito, já que o Direito da Tecnologia de Informação em Goiânia não diz respeito apenas à Internet, mas também às inovações trazidas pela tecnologia. É preciso entender o que as Tecnologias da Informação representam como um todo, principalmente pelo crescimento econômico alavancado pelo uso das mesmas. Visto isso, seria complicado que o Direito tradicional pudesse acompanhar as descobertas tecnológicas. Portanto, tal área se destina ao estudo dos aspectos juridicos que envolvem as evoluções da tecnologia como um todo, na adaptação de normas e Leis já existentes de encontro ao caráter diligente das TICs. 

Um caso emblemático

O Direito da Tecnologia de Informação em Goiânia vive um caso emblemático no bloqueio do WhatsApp: as questões tecnológicas e jurídicas se infligem ao passo as investigações precisam avançar e à medida da necessidade de estudo das mensagens. Ainda assim, o Facebook, detentor do WhatsApp, afirma não possuir as informações solicitadas e ainda implantou recentemente a criptografia ponta–a-ponta, o que, do ponto de vista prático, significa que nem a própria empresa tem acesso ao conteúdo veiculado no aplicativo. 

Talvez tenha sido um descuido da empresa, já que é necessária a consultoria jurídica em casos de relações em outros países que envolvem a Internet, como esclarece o Dr. Rafael Maciel em entrevista para o portal JusTocantins. 

A Rafael Maciel Sociedade de Advogados presta consultoria em situações relativas ao Direito Digital e Direito de Tecnologia da Informação em Goiânia, bem como oferece orientação e treinamento direcionados à adequação dos padrões legais estabelecidos para empresas. Em caso de dúvidas, contate-nos.

Compartilhe